Técnicos do Sport e Bahia se estranham na saída do gramado

Uma cena no mínimo curiosa chamou a atenção ao término do confronto entre Sport e Bahia. Enquanto as duas equipes se encaminhavam para o vestiário, o técnico Claudinei Oliveira estendeu a mão para cumprimentar Guto Ferreira e foi ignorado pelo comandante adversário.

Claramente constrangido pelo gesto do rival, Claudinei tentou argumentar com Guto, mas sem sucesso, que desceu para o vestiário com cara de poucos amigos.Brigas à parte, o Sport venceu o Bahia por 2 a 0 e subiu para a oitava colocação do Brasileirão. Esta é a segunda vitória de Claudinei no comando do Leão. A primeira aconteceu na semana passada, diante do Paraná, revela o Terra.

Questionado sobre o ocorrido na coletiva de imprensa, Guto se desculpou com o parceiro de profissão e disse estar com a cabeça longe.

“Eu saí olhando para o chão. Estava com a cabeça longe. E a única coisa que ouvi é que uma pessoa estava me falando. Eu estava longe, fora de mim. Eu também tenho direito de ter esses momentos. Quando me sinto assim, até procuro evitar falar com as pessoas, senão acabo falando coisas que não devo”, disse o treinador do Bahia.

“É um cara de excelente caráter (Claudinei), profissional. Eu simplesmente passei, porque estava longe, com a cabeça remoendo outras situações. E peço desculpas a ele, que veio para conversar comigo. Um momento que qualquer um tem, e eu prefiro, nesses momentos, fugir de mim”, completou Guto.

07/05/2018