Goleiro belga afirma que preferia ter perdido para o Brasil

Uma das figuras mais polêmicas desta Copa com o microfone na boca, o goleiro Thibaut Courtois deu mais uma prova de sua fama após a Bélgica ser derrotada pela França na última terça-feira. Questionado se a eliminação de sua seleção foi justa, o arqueiro de 26 anos deixou claro a sua insatisfação com a maneira que o resultado foi construído.

“É uma partida frustrante. A França não jogou nada, eles jogaram para se defender atrás da bola. Eles jogaram no contra-ataque, com Mbappé e Griezmann, que são muito rápidos. É direito deles. Eles jogaram muito embaixo, e nós sempre tivemos problemas com isso, eles fizeram isso muito bem”, avaliou, segundo o Terra.

Apesar de sua opinião ser forte, Courtois parece não ter tanta razão, já que os le Blues finalizaram 19 vezes durante os 90 minutos, contra apenas 9 dos belgas. Mesmo sendo apresentado a esses números, o goleiro do Chelsea parece não mudar o seu pensamento.

“Eu fiz algumas defesas, mas eles não tiveram grandes chances. Eles marcaram com um escanteio, é uma pena. Nós perdemos para uma equipe que não é melhor que nós. Nós perdemos para uma equipe que não jogou nada, que se defendeu. Contra o Uruguai, eles marcaram com uma falta e um erro do goleiro. É uma pena para o futebol que a Bélgica não tenha vencido”, afirmou o goleiro.

Para completar as polêmicas, Courtois relembrou a partida diante da Seleção Brasileira, quando a Bélgica acabou vencendo por 2 a 1, porém o arqueiro precisou trabalhar muito, já que a equipe de Tite finalizou 26 vezes a meta adversária.

‘Preferia ter perdido para o Brasil, uma equipe que se atreve a jogar futebol e que poderia ser melhor que nós’, completou o goleiro em suas críticas.

11/07/2018